É seguro investir em Bitcoins? Conheça o BLOCKCHAIN

É seguro investir em bitcoins-Blog

Aos que já conhecem, mesmo que muito poucos, o BLOCKCHAIN ainda é muito associado apenas a  criptomoedas, por ter nascido na mesma época do bitcoin.

MAS O QUE É BLOCKCHAIN?

Eu diria que uma maneira mais fácil de se fazer uma analogia, seria a um “livro contábil”, mas de imensas proporções de dados e armazenamento, pois ele não fica limitado apenas a um computador apenas.

A função primordial é compilar inúmeros tipos de transações, onde, no caso de criptomoedas, registrar o envio e recebimento de valores.

E FUNCIONA DE QUE JEITO?

Essa metodologia é constituída de CADEIA DE BLOCOS, onde transações são colocadas dentro de cada um destes. Cada bloco é super protegido por um forte escudo criptografado. Ainda assim, é um sistema público, onde qualquer pessoa que acessar pode conferir as movimentações registradas.

E COMO AS TRANSAÇÕES SÃO FEITAS?

Todas são reunidas em blocos e cada um deste é ligado ao próximo por uma conexão. Esta conexão é um código chamado HASH, onde unidos, formam uma CORRENTE DE BLOCOS, ou até mesmo BLOCKCHAIN.

Mineradores é como são chamados os responsáveis por montar o sistema. Eles agrupam as transações que ainda estão em processo de inclusão na rede e que ainda não estão em nenhum bloco. Uma das funções do minerador, é calcular o HASH correto para formar o elo entre os blocos, através de cálculos herméticos, precisando assim de altos custos computacionais.

MAS ESSE BLOCKCHAIN É SEGURO?

Uma transação feita pela Blockchain só pode ser efetivamente validada, quando existe um preenchimento completo de um bloco com transações. Somente desta maneira, é possível realizar uma operação de troca de moedas de uma pessoa para outra. E como todos blocos são selados por códigos criptografados, seria quase impossível arrombar um segredo de qualquer bloco. Isso lhe garante o seguinte:

–       que cada moeda chegue ao destino correto;

–       que nenhuma moeda seja usada mais de uma vez;

–        transações anteriores não sejam alteradas sem comprometer toda a rede.

COMO SURGIU?

O sistema surgiu de uma necessidade, para o que o BITCOIN fosse criado. De acordo com um documento que descreve como funciona a moeda em questão, é “uma rede que marca o tempo das transações, colocando-as em uma cadeia contínua no ‘hash’, formando um registro que não pode ser alterado sem refazer todo o trabalho”.

FUNCIONA SÓ COM BITCOIN?

Não! Usufruindo do sucesso de funcionalidade do sistema, outras moedas virtuais surgiram usado da mesma lógica.

O QUE PENSAM OS GOVERNANTES BRASILEIROS?

De acordo com uma publicação do Banco Central, a blockchain é bem vista até mesmo para substituir o sistema de transferências interbancários.


ALGUMA DICA DE SEGURANÇA?

Segundo Richard Rytenband, um economista especialista em investimento:

“É um erro achar que a cotação sempre vai aumentar. Esse momento de alta criou uma espécie de OBA OBA, um efeito manada que torna arriscado investir. Melhor ter cautela.”

Começar com pouco e fazer uma boa avaliação dos riscos, já é um bom conselho para quem pensa em mergulhar nesse mundo de criptomoedas.

Primeiro passo a ser dado é procurar uma empresa especializada em compra e venda de Bitcoins e outras moedas e ver qual plano de investimento cabe melhor para o seu estilo de investimento.

A JBW INVEST oferece 3 tipos de carteiras de investimentos com Bitcoins, Ripple, Ethereum entre outras, fazendo um balanço entre o valor diário e cada uma dessas moedas e entregando o melhor investimento para seu cliente.

Você pode começar criando uma conta na plataforma digital www.jbwinvest.com e entendendo como funciona, totalmente gratuito, e a partir disso começar a comprar fraçōes dessas moedas altamente valiosas com um investimento inicial de R$150,00 (exatamente, com esse valor você consegue começar a investir em criptomoedas e rentabilizar).

QUAIS SÃO ESSES RISCOS?

Nesse mercado não há regulação ou fiscalização, como acontece com outros investimentos fiscalizadas pelo Banco Central e pela Comissão de Valores Mobiliário, a CVM.

Há possibilidade de roubo das carteiras com o dinheiro virtual e ataque de hackers

O custo de transação pode ser mais alto que o de outros investimentos (há taxas que variam conforme as “exchanges”, espécies de corretoras de bitcoins)

ONDE POSSO COMPRAR?

Você vai precisar de uma EXCHANGE, corporação que negocia bitcoin para pessoas físicas, as quais trabalham de maneira similar às casas de câmbio, pois além de vender, também guardam o dinheiro virtual.

Nesse caso a JBW faz todo o trâmite necessário para que você obtenha o máximo de sucesso possível no seu investimento.

Entre em contato conosco. Saiba mais quanto e como investir nesse novo futuro.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp